segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Descida à terra

Este casal chegou com o seu filhote um pouco depois de mim. Adorei a ideia destes pais!
Quase 2 horas depois Peter Murphy ofereceu-lhe uma garrafa de água, deu-lhe a mão, levou-o para o palco e pegou-lhe ao colo :)


Lettie fez a primeira parte. Gostei da atitude, da voz, dos temas. Encantadora a forma como se movimentava entre as teclas e o 2º micro.



Abre-se a cortina e num estilo glamouroso Peter Murphy desce as escadas.  O palco é dele. Nós também!



O 2º guitarrista é excepcional. Não fazia parte da banda que há 1 ano se apresentou no Coliseu. O som é intenso e os arranjos mais diversificados. A cumplicidade entre todos salta à vista com os saltos em conjunto em forma de piruetas. Os músicos alinham com a expressão corporal do cantor de culto.


Espalhou charme, humor, simpatia ("Sem pessoas como vocês, artistas como nós não poderiam existir") fez quilómetros circulares no palco, coreografou a imagem de Deep vezes sem conta (sempre gostava de saber como consegue cantar de cabeça para baixo...) e a sua voz, melhor que nunca, trouxe-nos temas novos que aguardamos, já com alguma impaciência, na forma de um cd!


Cada vez mais dedicado ao seu público entrega-se-lhe com tudo o que tem, mesmo quando recorre a certos truques cénicos, tão simples, como o de puxar o capuz e cantar na penumbra "Time Has Got Nothing to Do with It". Sente-se que adora o que faz.


A meio do concerto a secret cover "In Every Dream Home A Heartache" (Roxy Music).
No último encore (foram 3!) , Transmission e Space Oddity. Nesta, banda e cantor deitam-se no palco. É assim que a viagem acaba e nós a gravitar nos dias seguintes...

 Hoje iniciei a descida...

Com muita pena minha, não pude tirar as fotos que desejava. O palco desta vez ficou um pouco longe e com cadeiras de permeio não dava para saltar de lugar. Se bem que, já sem aguentar mais, saltei da cadeira para cantar Cuts you Up!


1 Burning From The Inside
2 Velocity Bird
3 Peace To Each
4 Disappearing
5 I'll Fall With Your Knife
6 In Every Dream Home a Heartache (Roxy Music)
7 Marlene Dietrich's Favorite Poem
8 Time Has Got Nothing To Do With It
9 Secret Silk Society
10 Too Much 21st Century
11 Secret
12 The Prince And Old Lady Shade
13 Uneven And Brittle
1º encore
14 Strange Kind Of Love / Bela Lugosi's Dead
15 She's In Parties
16 Gliding Like a Whale
2º encore
17 Cuts you Up
3ºencore
18 Transmission (Joy Division)
19 Space Oddity (David Bowie)
Oh noite de lua cheia mais memorável!
Desejou-nos um feliz Halloween e que Deus nos abençoasse.

7 comentários:

  1. Estou a ver que foi um daqueles concertos inesquecíveis! :)

    ResponderEliminar
  2. Inexplicável...
    Sinto o léxico limitado por emoções perfeitas.

    The perfect plan
    Is not the man
    Who tells you
    You are wrong

    Time has got nothing to do with it
    Time has got nothing to do with it...

    **

    ResponderEliminar
  3. Viva, Né!

    Obrigado & parabéns pelo texto e pelas fotos: foram dois concertos inolvidáveis.

    Tanto Peter como Lettie merecem os nossos maiores aplausos.

    http://periodiccircumspection.blogspot.com/2009/10/peter-murphy-passa-noite-ds-bruxs-na.html

    http://periodiccircumspection.blogspot.com/2009/10/strange-kind-of-love-peter-murphy.html

    http://comment.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewComments&friendID=69946337

    http://periodiccircumspection.blogspot.com/2009/10/lettie-in-lisbon-too-tonight.html

    http://comment.myspace.com/index.cfm?fuseaction=user.viewComments&friendID=59492127

    ResponderEliminar
  4. Contagiar a escuridão com a luz do que se é, merece o aplauso de quem, não sabe ou não pode, compreender o frémito de um bailado vocal, que espremido, é o sumo da vertigem sensorial que nos devora os sentidos. Não estive lá, mas as fotografias são a minha presença e os holofotes da minha inveja existencial, não presencial.

    Oeiras, 05/11/2009 - jorge brasil mesquita
    www.comboiodotempo.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Não foi fantástico? para já a Lettie, o Peter fez uma optima escolha, nao consegui ficar indiferente à música dela... e depois o Peter foi "a cereja no topo do bolo".. adorei mesmo! Sempre com energia e dedicação.. é mesmo um Senhor!
    óptimas fotos :)
    abraço

    ResponderEliminar
  6. Também eu me lembro de tudo. Estava na primeira fila. Foi mesmo à minha frente que cantou "Time has got nothing to do with it". Foi o meu quinto concerto de Peter Murphy e saio sempre com o coração cheio e a cabeça a flutuar. Apetecia-me tanto voltar a dia 31... Espero que volte no próximo ano.
    Parabéns pelos gatos. Eu também faço parte da tribo que os traz para casa. Aliás, tenho a certeza que eles sabem quem nós somos e encontram-nos quando assim o pretendem.

    ResponderEliminar

Dentro da nave

Astronomy Picture of the Day