sábado, 30 de outubro de 2010

Fuga

Aqui como em outro tempo o mesmo labirinto o projecto de voo em fase experimental a construção de asas que cada um tenta em qualquer céu sobre o mesmo mar quase a fundir no calor que necessitamos dos outros para cairmos incrédulos com o coração entristecido muito longe do que queríamos.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Lançamento em Torres Novas


Este projecto é do meu querido amigo João Carlos Lopes, que reuniu 14 cronistas/bloguistas da cidade torrejana para contarem o que os jacarandás desta praça lhes inspiram.

O lançamento será no dia 12 de Novembro, pelas 21:30, no Clube Torrejano, que desde 1873 tem sido local de muitas estórias com música. Como não podia deixar de ser, eu e o João vamos tocar e cantar a propósito do esplendor e de outras tantas elegias à vida e ao amor.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Oráculo



Os sussurros da minha alma e o conselho divino da Luz são ouvidos com muita clareza.
Sei o que tenho a fazer. Estou disposta e preparada para o conseguir.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Ícaro


O sol dos Sonhos derreteu-lhe as asas.
E caiu lá do céu onde voava
Ao rés-do-chão da vida.
A um mar sem ondas onde navegava
A paz rasteira nunca desmentida...
Mas ainda dorida
No seio sedativo da planura,
A alma já lhe pede impenitente,
A graça urgente
De uma nova aventura







in Miguel Torga, Diário, XII

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Não quero




Não quero construir ideias que se assentam no vazio

Não quero acreditar em acenos feitos de mentira

Não quero esperar pelo que foi morto à nascença



A dor é insuportável.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Kerouac 21 de Outubro de 2009-12 de Outubro de 2010


Atravesso um tempo de perdas que quase me abate. Têm sido muitas, mas tento vê-las da maneira que sinto que as coisas sejam. Não estou inspirada para escrever bonito.


O "meu" Kerouac foi um guerreiro até ao fim. Não desistiu de mimar os humanos como que a dar-lhes força, enquanto ele ia perdendo os seus passos. Partiu ao meio dia com a mesma simplicidade com que me saltou ao colo no dia 21 de Outubro de 2009, ao fim de uma tarde chuvosa. Hoje até estava sol.



Um dia hei de renascer numa grande cidade de outro sistema planetário, no passado ou no futuro, onde uma única montanha de 5 quilômetros de altitude se recorta no céu azul - com toda a compaixão que sinto dentro de mim, a única coisa que vou precisar é da sabedoria da terra. - Jack Kerouac (12 de março de 1922 - 21 de outubro de 1969)

Astronomy Picture of the Day