quarta-feira, 15 de setembro de 2010

A trepadora

Em todo o meu esplendor!


... à procura de novas emoções...

Hummmmm NÊSPERAS!!!!

E mais qualquer coisa ALI!

Vamos lá a ver se eu consigo descer...

Ups, quase a aterrar...

Mais um obstáculo e...

... uma rosa?????
Sim sim... L'Important, C'Est La Rose :)
Por causa destas coisas sinto que onde estou bem é aqui junto dos meus, no meu mundo.

6 comentários:

  1. A força e o magnetismo que os animais irradiam...

    ResponderEliminar
  2. A noite devorando o dia com as suas gaiatísses, aposto que ao som da voz do Gilbert Bécaud.
    Jorge Manuel Brasil Mesquita
    Lisboa, 16/09/2010

    ResponderEliminar
  3. E parece ser um belo mundo. Os habitantes, pelo menos, são lindos!

    ResponderEliminar
  4. :) Linda!Fantástica! (Woooowww o que vejo na descida são diospiros??) A Sophia bem podia dar umas liçõeszinhas ao Sirius!!...eheheheh
    O teu Mundo será sempre teu. A grande diferença,é que agora não é dos outros... Vive-te! Muitas alegrias e descobertas!
    Beijos

    As Rosas

    Quando à noite desfolho e trinco as rosas
    É como se prendesse entre os meus dentes
    Todo o luar das noites transparentes,
    Todo o fulgor das tardes luminosas,
    O vento bailador das Primaveras,
    A doçura amarga dos poentes,
    E a exaltação de todas as esperas.

    Sophia

    ResponderEliminar
  5. Lindo Razinha!!!! Sophia com Rosas, como esta. E sim, são DIOSPIROS!!!! Hehe estão a ficar grandes...
    Obrigada Carlos, este pedacinho de mundo é lindo mesmo. Que bom ver-te aqui :)
    É verdade Jorge, o Bécaud com a sua voz rouca e o seu temperamento exultante. ERa miuda e vi com os meus pais na TV a preto e branco um show de variedades (era assim na altura) com ele e a maravilhosa Juliette Greco. Ela uma esfíngie com mãos que falavam; ele, uma bola de fogo que suava e atirava a gravata pelo ar. Nunca mais me esqueci desta combinação!
    Irradiam sim, Paulo, de tal maneira que nos fazem sentir parte do oceano da Criação. E que bom é sentir que tudo é um prolongamento de tudo!
    Bj*

    ResponderEliminar
  6. E AO NAVEGAR PELA NOITE FORA
    DESCOBRES QUE A VIDA QUE PRESSENTES
    É UMA BOLA DE FOGO QUE SE DEVORA
    E ACENDE EM TUDO O QUE SENTES,
    A LUZ DOS POENTES QUE TE RENOVA,
    A NASCENTE DE TODAS AS DOÇURAS,
    UMA EXALTAÇÃO QUE SE APROVA
    EM TODO O FULGOR DAS TERNURAS
    QUE VIVERÃO EM TI A ETERNIDADE
    DE SERES UM LUAR DE FRATERNIDADE.
    Jorge Manuel Brasil Mesquita
    Lisboa, 17/09/2010

    ResponderEliminar

Dentro da nave

Astronomy Picture of the Day