domingo, 14 de abril de 2013

O santo e a dor



O santo só tem olhos para o céu.
Não lhe parece bem desviá-los para o cubículo onde uma dor vive.

Ele quer chegar onde ela anseia viver. 
A ambição de se elevar nos astros não a deixa  dizer que a dor daquela dor foi a de o ter olhado.

O santo não julga, mas pode fingir que não há dor.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dentro da nave

Astronomy Picture of the Day