quinta-feira, 12 de dezembro de 2013





2 comentários:

  1. Olá, Né.
    Cheguei ao teu blog pelo google na tentativa de querer saber o que era feito da Né Ladeiras. Foste uma das vozes que deixou uma marca indelével na minha memória naqueles anos 80 da minha adolescência. Na altura não sabia bem porquê mas acho que havia ali uma pureza que vinha de dentro e que me tocava...
    Lamento que tenhas caído nas malhas da depressão mas, como sempre digo, qualquer pessoa que seja medianamente sensível e inteligente tem de andar deprimida nos dias que correm... Também não sou estranho à depressão, relativamente à qual descobri que assimilá-la era mais eficaz do que combatê-la. Encarar os episódios depressivos com serenidade e naturalidade anulou-lhes a força e hoje, raramente penso nisso... Não sou guru, é apenas um pequeno testemunho pessoal que talvez possas aproveitar.
    Abraço e, por favor, continua a "blogar"!
    António

    ResponderEliminar
  2. Obrigada amarques,
    todos os testemunhos são importantes para encontrar a melhor forma de lidar com isto.

    Bem haja pelo seu :)

    ResponderEliminar

Dentro da nave

Astronomy Picture of the Day