quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Equação








8 comentários:

  1. Uma união entendida (de)marca a diferença.Faria toda a diferença.A ruína social,desigual,é provocada pela soma das partes que ditam,a tortura de um povo.As consciências acorrentadas,violadas,multiplicam-se em vozes de apelo internacional, frequentemente surdo e mudo.
    Pergunto-me onde anda a Liberdade? No - (menos)a seguir,ao resultado da multiplicação?Só pode!!! Nunca fui muito boa a matemática,confesso.
    Toda a minha solidariedade para com o Povo Cubano.

    Uma chamada de atenção para a manipulação noticiosa,que insiste em silenciar,as acções solidárias internacionais,dos médicos Cubanos.
    Vá-se lá saber porquê...façam-se equações.

    ResponderEliminar
  2. Ainda agora morreu Orlando Zapata Tamayo, activista cubano, em greve de fome.
    Uma vergonha!

    ResponderEliminar
  3. http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2010N1429

    Para a embaixada de Cuba.

    ResponderEliminar
  4. Obrigada Paulo, acabei de assinar. A morte de Orlando que não tenha sido em vão. Custa-me tanto ver um projecto arruinado pela demência... que diria Che se pudesse falar?

    ResponderEliminar
  5. Que diria Che? Não sei, mas creio que não o mesmo que Luis Posada Carriles.

    (Gosto muito da tua música, Né, sobretudo da que trazes dos Montes e daquela das ervas-babosas. Gosto mais do teu rio dourado do que do rio doirado do Fausto. Um beijinho.)

    ResponderEliminar

Dentro da nave

Astronomy Picture of the Day