quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Dias sem memória


Salmo 123 (122)

Cântico das subidas



(...)

Compaixão, Senhor! Tem compaixão de nós,

porque estamos fartos de desprezo!

A nossa vida está deveras farta

do sarcasmo dos satisfeitos

e do desprezo dos soberbos.

4 comentários:

  1. Constatar o absurdo da vida não pode ser um fim,mas apenas um começo...
    A.Camus

    ResponderEliminar
  2. E o absurdo da vida, não pode ser a caridade do desprezo, nem um panfleto comestível da soberba sarcástica.
    Jorge Manuel Brasil Mesquita
    Lisboa, 20/08/2010

    ResponderEliminar
  3. Cara Né Ladeiras

    O meu nome é Sérgio Marques, sou do Porto e sou agente cultural. Gostava de lhe fazer um convite para participar num projecto no Porto - TELL 1 artista = 1 Euro.

    Peço desculpa de abordar por aqui, mas não consigo descobrir outra forma de a contactar.

    O meu numero 966720453 e o mail do projecto 1artista1euro@gmail.com.

    Se me der o seu mail eu posso enviar a proposta.

    Obrigado e abraço
    gostei muito do blog

    sergio

    ResponderEliminar
  4. "A nossa vida está deveras farta do sarcasmo dos satisfeitos e do desprezo dos soberbos". Nem só os satisfeitos usam sarcasno, nem apenas os soberbos desprezam. Seria bom uma vida sem sarcasmos nem desprezos. beijinho

    ResponderEliminar

Dentro da nave

Astronomy Picture of the Day