terça-feira, 3 de maio de 2011

As tapeçarias de Pastrana e os feitos de Alphonso




As tapeçarias de Pastrana descrevem as conquistas no Norte de África por D.Afonso V. A forma mais aproximada que o rei português tinha de registar os seus feitos era mandá-los tecer em tapeçarias.

Foram encomendadas Quatro Tapeçarias de Pastrana pelo rei, produzidas nas oficinas flamengas de Tournai no último quartel do século XV. Entraram em Portugal, provavelmente, já no reinado de D. João II e, em 1532, poucas décadas depois de terem sido feitas, aparecem em Espanha.

Terão sido herdadas pelos duques do Infantado, que mais tarde as cedem à Colegiada de Pastrana, onde ficaram desde então. O mundo esqueceu-as. Até que, no início do século XX, os historiadores de arte portugueses José de Figueiredo e Reynaldo dos Santos as "encontraram" em Pastrana.


Um príncipe bonito e bem formado e o mais cristão, mais bélico e mais justo que alguma vez conheci - Georg von Ehingen*

* cavaleiro germânico que participou na conquista de Ceuta e pintou uma iluminura de D. Afonso V


in http://www.publico.pt/Cultura/as-miticas-tapecarias-de-pastrana-estao-em-lisboa_1441597

2 comentários:

  1. No Holoteta estou sempre aprender =) e eu gosto disso, dessa partilha que nos dá a possibilidade de "crescer"/evoluir =) por isso volto sempre ao seu blog =)

    ResponderEliminar
  2. Obrigada G. Não vi este comentário, mas mais vale tarde do que nunca! Beijinho :)

    ResponderEliminar

Dentro da nave

Astronomy Picture of the Day