sexta-feira, 26 de junho de 2009

Festas do Almonda - O Mundo em Torres Novas

03 JULHO I SEXTA-FEIRA 21H30
KONONO Nº1
Congo

Com um sistema de som construído artesanalmente, feito de partes de carro antigas, megafones, amplificadores respigados e likembés electrificados, os Konono Nr. 1 inventaram uma música perfeitamente hipnótica. Na sua base está a música transe ancestral da área de Bazombo, na fronteira entre o Congo e Angola, que aqui se altera, num casamento inquieto entre a tradição e a tecnologia, os ritmos africanos e as texturas do rock experimental e da música electrónica.
Música de dança imparável e cheia de distorção, para ouvir bem alto, e que nos transporta para
uma outra esfera!
www.myspace.com/konononr1

03 JULHO I SEXTA-FEIRA 23H00
PONTOS NEGROS
A Grande Lisboa num pequeno sing along; um minúsculo conto de fadas em cantiga maiúscula.
Roque-enrole do subúrbio. Eis os "Pontos Negros", eis as inseguras paixões com acne, eis as cinderellas pouco sofisticadas, eis a omnipresença de África, eis a grandiloquência da adolescência. Mais ou menos a mesma coisa que pôr uma agulha de gira-discos em cima dos carris da Linha de Sintra, e dançar na marquise…
http://www.myspace.com/ospontosnegros
03 JULHO I SEXTA-FEIRA 00H30
OS GOLPES
04 JULHO I SÁBADO 18H30
FALSA ESCUADRA
Argentina
CIRCO DANÇA TEATRO CLOWN
Falsa Escuadra é a história de dois homens e um armário. Um espectáculo argentino numa fusão entre o circo, a dança, o teatro e o clown. Com uma forte componente visual e musical, cria-se um mundo próprio em torno destes personagens e das múltiplas complicações e funcionalidades do seu armário, onde imperam o humor e uma poética surrealista.
Equilíbrio, malabarismo e acrobacia num espectáculo sem palavras, dinâmico e divertido, para toda a família!

Interpretes: Ivan Larroque Fernando Rosen
Desenho e realização do Armário: Ernesto Sotera
Figurinos: Laura Molina
Coreografia: Carolina Della Negra
Música original: Luis Rodrigo Díaz Muñíz
Produção: Escena Subterrânea - Cia movimiento Armario
Autores: Martín Joab, Ivan Larroque y Fernando Rosen
Direcção: Martín Joab
http://www.movimientoarmario.blogspot.com/

04 JULHO I SÁBADO 21H30
XXXI FESTIVAL DE FOLCLORE DE TORRES NOVAS
Rancho Folclórico de Torres Novas
(Ribatejo/Templários)
Rancho F. da casa do Povo de Vila Boa do Bispo
– Marco de Canavezes (Entre Douro e Minho)
Rancho Etnográfico de Esmoriz (Beira Litoral)
Rancho Folclórico de Montargil (Alentejo)

04 JULHO I SÁBADO 23H00
TUCANAS
MA MAZURKA

Cinco mulheres apostaram os seus argumentos criativos na construção de instrumentos composição de temas inspirados nas tradições portuguesas, africanas e brasileiras. Um espectáculo composto por uma forte componente cénica, onde brincam e jogam com o ritmo e a harmonia, num visual muito próprio, entre a sensibilidade feminina e a força rude de tocar percussão.
Ana Cláudia, Marina Henriques, Mónica Rocha, Sara Jonatas e Catarina Ribeiro

04 JULHO I SÁBADO 00H30
TNB

05 JULHO I DOMINGO 18H30
“OS GANHÕES” DE CASTRO VERDE
ACA – Associação de Cante Alentejano

As raízes do cante alentejano perdem-se na História, como na história de Castro Verde se perde a origem de um cantar ligado à terra, cuja tradição “Os Ganhões” perpetuam. Um cante que já foi de trabalho, que é agora mais de lazer e de convívio, mas sobretudo, e sempre, de afirmação cultural.
Um cante da planície, cantado por homens de face rugosa, habituados ao sol que incendeia a tarde, sedentos de partilharem este saber antigo, talvez tão antigo como esta terra onde habitam:
ALENTEJO de seu nome.é essa aragem."
“Os Ganhões” de Castro Verde conhecem o tamanho das palavras que cantam. Palavras singelas:
terra, sol, Alentejo: palavras imensas. “Os Ganhões” cantam o sentido dessas palavras tão grandes. E as suas vozes, espalhadas sobre a terra, entram dentro da gente e são infinitas.
José Luís Peixoto
http://www.ganhoescastroverde.com/

05 JULHO I DOMINGO 21H30
MUSAFIR
Ciganos do Rajastão, Índia
Das paisagens da Índia, os Musafir trazem-nos uma inovadora interpretação dos ritmos e sonoridades milenares da cultura hindu, num espectáculo que ultrapassa o espectro musical. O grupo desvenda as mais profundas raízes do Rajastão perfumadas por dançarinas encantadoras
de cobras, acrobacias com fakirs, engolidores de sabres e cuspidores de fogo. A palavra “musafir”, que significa “itinerância”, reflecte o modo de vida que inspira estes músicos ciganos
vindos do deserto indiano: o transe das tablas é festa para todos!

Hameed Khan - Tablas
Supki - dançarina
Mehboob Khan Langa – Harmonium e voz
Amjad Ali - voz
Sattar Khan - Dholak e Flauta dupla
Amiruddin - voz e Sarangi
Govinda - Faquir
Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=0eKAL5WdWsY
http://www.myspace.com/musafirkawa

05 JULHO I DOMINGO 23H30
COMMEDIA A LA CARTE
VOLTA A PORTUGAL EM COMMEDIA

Os Commedia a La Carte são reconhecidos pelo seu trabalho na área da comédia de improvisação, os únicos em Portugal. Três actores actuam sob os caprichos do público, que sugere personagens e situações, imprimindo o ritmo do próprio espectáculo. Um convite à imaginação, sem cenários nem adereços, no qual o público é transportado para ambientes diversos pelo som de um DJ, que acompanha os momentos que se geram em palco.Um espectáculo aclamado pelo público, que conquistou um prémio no Humorfest em Lagoa em 2008 e que foi destaque, no mesmo ano, no Festival Cómico da Maia.
Interpretação: César Mourão, Ricardo Peres e Carlos M. Cunha
Sonoplastia: Dj Sérgio Mourato
www.commediaalacarte.com/commedia.htm

06 JULHO I SEGUNDA-FEIRA 21H30
ORQUESTRA IMPERIAL
Brasil
Em 2002, um grupo de amigos reuniu-se para formar uma típica orquestra de gafieira. A idéia era interpretar um repertório variado, boleros e temas dos anos 60, os clássicos da cultura de salão, com novos arranjos. Quando a Orquestra Imperial estreou, reuniu representantes das mais diversas vertentes da nova música brasileira. O palco, sempre aberto a participações especiais, fez da “big band” uma sala de estar dos mais diversos estilos musicais. Seu Jorge, Fernanda Abreu, Ed Motta, Bebel Gilberto ou Ney Matogrosso, são alguns dos artistas que por ali passaram.
Música carioca para dançar!
Nina Becker - voz
Bernard Ceppas - teclados e efeitos
Moreno Veloso - voz e percussões
Wilson das Neves - voz e percussão
Kassin - baixo
Duani Martins - voz e cavaquinho
Nelson Jacobina - guitarra
Rodrigo Bartolo - guitarra
Rubinho Jacobina - teclado e voz
Domenico Lancelotti - bateria e voz
Stephane San Juan - percussão
Bodão - percussão
Leo Monteiro - percussão electrónica
Felipe Pinaud - flauta
Altair Martins - trompete
Mauro Zacharias - trombone
Marlon Sette - trombone
http://www.myspace.com/orquestraimperial
http://orquestraimperial.com.br/

06 JULHO I SEGUNDA-FEIRA 23H00
LULA PENA
O seu primeiro disco Phados, lançado em 1998, chegou para conquistar o reconhecimento entre o público e a crítica. Regressa agora com novos concertos e um segundo disco para breve. Lula Pena é a encarnação do novo fado. Da renovação do fado tradicional em algo ainda mais puro, apurado e simples. Exótica, nómada, a movimentação geográfica leva-a a descobrir outras realidades e distintas possibilidades musicais, estabelecendo uma relação desta canção com outras, do Brasil e de Cabo Verde. Mas é o fado que a faz cantar Amália e Chico na mesma frase. Sem ninguém o prever, Lula Pena prepara-se para mais uma vez nos surpreender com a sua presença e voz em palco.
Lula Pena - voz e guitarra
http://www.myspace.com/lulapena

07 JULHO I TERÇA-FEIRA 21H30
CARAVAN PALACE
França

ELECTRO-SWING
Inspirados pelo génio de Django Reinhardt, o pai do Jazz Manouche ou Gipsy Jazz, os parisienses
Caravan Palace trazem este género de novo para as pistas de dança, mostrando que o seu potencial não ficou perdido no tempo. Os ritmos electrónicos endiabrados, o swing encorpado das melodias e a extraordinária voz da vocalista Colotis Zoe são as suas características maiores, que fazem dos concertos dos Caravan Palace uma verdadeira festa.
Charles Delaporte - contrabaixo
Hugues Payen - violino
Camille Chapelière - clarinete
AntonieToustou - máquinas e trombone
Sonia Fernandez Velasco - voz e clarinete
http://www.myspace.com/caravanpalace
07 JULHO I TERÇA-FEIRA 23H00
BUNNYRANCH

Os BunnyRanch estão de volta com o terceiro álbum de originais “Teach us lord…how to wait”. O Le Son foi o primeiro palco que pisaram e a este muitos se seguiram, nacionais e internacionais. Décadas de história de rock’n’roll (50’s, garage, pshcadelic, soul, punk rock e muito mais) são as influências mais marcantes deste quarteto de Coimbra, que imprime toda a sua garra,profissionalismo e talento nas prestações ao vivo.

Kaló - bateria, voz, percussão
Pedro Calhau – baixo
João Cardoso – orgão, piano, voz
Augusto Cardoso – guitarra
Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=pbm5DGnHGpM
www.myspace.com/bunnyranchspace
08 JULHO I QUARTA-FEIRA 21H30
PAULO DE CARVALHO
DoAmor

Paulo de Carvalho regressa aos discos e aos palcos com “DoAmor”, um álbum com sabores de terras longínquas onde cada canção é uma aguarela de sentimentos e imagens. Um disco que celebra o amor e tudo o que ele encerra. Uma viagem guiada por uma das mais bonitas e marcantes vozes de sempre no panorama musical português.
Em “DoAmor”, como o próprio artista diz, mais do que cantar, Paulo toca voz.
Vítor Zamora Piano
Leo Spinoza Baixo
Cami I Guitarra
Marcelo Araújo bateria
http://www.paulodecarvalho.com/
08 JULHO I QUARTA-FEIRA 23H00
CACIQUE 97

Os Cacique 97 nascem em Lisboa, cidade-palco de encontro de várias culturas, com a vontade de espelhar a mestiçagem, através do cruzamento do ritmo nigeriano que é o afrobeat, com a tradição musical dos países lusófonos, tão presente na capital portuguesa. Engloba elementos de grupos como os Cool Hipnoise, Philharmonic Weed e The Most Wanted, projectos bem conhecidos nas áreas do funk, reggae e do som afro. Com o seu primeiro álbum, os Cacique 97 vêm iniciar uma banda sonora global dos novos tempos sem perder o lado reivindicativo e de promoção da consciência social característica do afrobeat.

David Rodrigues - Bateria
Marisa Gulli - Percussão e Voz
Tiago Romão - Percussão
Francisco Rebelo - Baixo
Milton Gulli - Guitarra e Voz
João Gomes - Teclas e voz
João Cabrita - Saxofone Tenor e
Barítono
Zé Lencastre - Saxofone alto
Vinicius Guimarães - Trombone
Zé Raminhos - Trompete
www.myspace.com/cacique97
09 JULHO I QUINTA-FEIRA 21H30
DANÇAS OCULTAS

Danças Ocultas estão de volta com um novo álbum de originais “Tarab”, um retorno à expressão única da concertina. É também um novo formato de espectáculo, onde as melodias e ritmos de cada uma das concertinas criam formas e imagens numa tela branca. Elementos visuais aceleram, abrandam e entram em suspensão, enfatizando as dinâmicas e os movimentos da música. Danças Ocultas provam que a concertina continua a ser uma máquina de produzir sonhos, e de inventar futuros possíveis.

Artur Fernandes – acordeão diatónico
Filipe Ricardo – acordeão diatónico e concertina baixo
Filipe Cal – acordeão diatónico
Francisco Miguel - acordeão diatónico
http://www.dancasocultas.com//
09 JULHO I QUINTA-FEIRA 23H00
MUNICIPALE BALCANICA
ITÁLIA

Banda nascida em 2003 no sul de Itália, converge na sua música a variedade de culturas e a tradição musical que se fundem no Mar Mediterrâneo. Sons da Europa de Leste, com um toque árabe ou oriental, aos quais se junta o jazz, numa mescla de estilos e influências que deixam espaço ao improviso e à experimentação.
O seu último álbum “Road to Damascus” é uma referência à vida de S. Paulo, que no seu caminho para Damasco foi iluminado por uma luz misteriosa que o fez mudar a sua vida. Um tributo às viagens e às oportunidades, às surpresas e às mudanças, num concerto que oscila entre momentos de contemplação e momentos de muita alegria e energia.

Michele de Lúcia - Clarinete
Armando Giusti - Saxofones Alto e Barítono
Nico Marziale - Percussão e Efeitos
Raffaele Piccolomini - Saxofones Tenor e Soprano
Giorgio Rutigliano – Baixo Eléctrico
Paolo Scagliola - Trompete, Clarinete
Luigi Sgaramella - Bateria
Raffaele Tedeschi - Voz, Guitarras eléctrica e Acústica
Francesco Moneti - Violino, Saxofone, Guitarra Eléctrica
Alessandro Paparella - Mandolim
Giuseppe Volpe – Acordeão e Piano
Giuseppe Dantes - Tuba
http://www.myspace.com/municipalebalcanica
http://www.municipalebalcanica.com/
10 JULHO I SEXTA-FEIRA 21H30
JOÃO GIL
CONVIDA TITO PARIS E “SHOUT”

Um espectáculo pensado como uma viagem ao presente e ao passado da música de João Gil, ao longo de uma carreira de 35 anos. Compositor e músico, pisou o palco com as maiores vozes e músicos do nosso País. Neste concerto lançou o convite a “Shout” e a Tito Paris. As suas presenças são mais do que um motivo para tornar este um espectáculo singular. São vozes que aquecem a Alma e nos trazem sonoridades para não esquecer.
João Gil - Guitarra e Voz
João Campos - Voz
Tiago Reis - Guitarra
Alexandre Alves - Bateria
Artur Costa - Teclados e Saxofone
Paulo Borges - Piano
Donny Bettencourt - Baixo
ARTISTAS CONVIDADOS: Shout e Tito Paris
http://www.joaogil.com/
www.myspace.com/joaogilmusica
10 JULHO I SEXTA-FEIRA 23H00
X-WIFE

“Are You Ready For The Blackout?”, que se prevê ser um dos maiores sucessos de 2008, são os X-Wife cada vez mais sintonizados com o que melhor se faz à escala planetária. O domínio absoluto da sua linguagem, mais madura e autónoma, confirma-os como autores de uma sonoridade e registo únicos em Portugal. Uma banda de rock’n’roll apontado à pista de dança, com o ritmo a guiar todos os movimentos da música!
João Vieira – voz e guitarra
Fernando Sousa – baixo
Rui Maia – teclados e sintetizadores
Nuno Saraiva – bateria
http://www.myspace.com/xwiferocks
10 JULHO I SEXTA-FEIRA 00H30
BIG BOSS BAND
11 JULHO I SÁBADO 21H30
ORQUESTRA TÍPICA FERNANDEZ FIERRO
ARGENTINA

A Orquestra Típica Fernández Fierro é uma formação de orquestra típica de tango com uma singular atitude na maneira de o sentir e o interpretar. Constituída de forma cooperativa em 2001, edita os seus discos, organiza concertos e gere o seu próprio clube (Clube Atlético Fernández Fierro). Integram o seu repertório arranjos novos de tangos tradicionais e tangos originais, compostos por alguns dos seus membros mais jovens. A força dos seus tangos, o desembaraço, os figurinos coloridos e o seu compromisso social, renovaram radicalmente a cena do tango de Buenos Aires e têm espalhado a sua atitude e música pelas Américas e a Europa.
Violinos – Federico Terranova, Pablo Jivotovschii y Bruno Giuntini;
Viola – Juan Carlos Pacini;
Violoncelo – Alfredo Zucarelli;
Contrabaixo – Yuri Venturín;
Bandoneones – Flavio “El Ministro” Reggiani, Martín Sued, Pablo Gignoli y Julio Coviello;
Piano – Santiago Bottiroli
Voz – Walter “Chino” Laborde.

http://www.sonicbids.com/orquestatipicafernandezfierro
11 JULHO I SÁBADO 23H30
DIABO A SETE

Grupo de sete formado em 2003, em Coimbra, enche o palco com um repertório de temas originais e outros inspirados na música tradicional portuguesa com uma abordagem contemporânea, através da sonoridade da sanfona, do cavaquinho, da gaita-de-foles, do bandolim, das flautas e da concertina. Com actuações em diversos festivais e encontros, bem recebidos pelo público, venceram a eliminatória portuguesa do Eurofolk’06 e estrearam-se, em 2007, com o álbum Parainfernália. Um concerto para reviver ritmos e sons da música de raiz tradicional onde o movimento e a reinvenção serão uma constante!
Celso Bento - flautas, gaita-de-foles e
sarronca
Eduardo Murta - baixo eléctrico
Julieta Silva - voz, concertina e sanfona
Luísa Correia – guitarra
Miguel Cardina - bateria e percussões
Pedro Damasceno - bandolim, cavaquinho,
concertina e flautas
Hugo Natal da Luz - percussões
http://www.diaboasete.com/
11 JULHO I SÁBADO 00H30
LOS GAFAS
12 JULHO I DOMINGO 18H30
FUNFARRA

Funfarra é um projecto recente, que se agarra à sonoridade forte e vibrante dos sopros, à imagem das brass bands norte-americanas. Amantes do imprevisível, levam o público a viajar por diversos ambientes, sejam eles o jazz, o funk ou o soul, entre outros. Entre temas bem conhecidos do repertório “Dixie” e sons dos anos 70 e 80, músicas dos Rage Against the Machine ou de Marco Paulo, este é também um espectáculo para relembrar, cantar ou dançar as músicas que fazem furor, geração após geração!
Henrique Marques - Sax Alto
Paulo Gravato - Sax Tenor
João Martins - Sax Barítono
Rui Silva - Trompete
Rui Bandeira - Trombone
André Oliveira - Percussão
Tiago Tavares - Percussão
http://www.myspace.com/funfarra

12 JULHO I DOMINGO 21H30
TEREZA SALGUEIRO COM LUSITÂNIA ENSEMBLE
MATRIZ

Um concerto concebido como uma Viagem em que somos transportados pela voz inigualável de Teresa Salgueiro, através dos tempos e do território português. Acompanhada por um elenco excepcional de músicos, o percurso musical de “Matriz” guia-nos pela música antiga, popular e tradicional do país, não esquecendo o Fado e a música portuguesa contemporânea, recriando autores como Carlos Paredes, Fausto e Fernando Lopes Graça. “Matriz” revisita e recria memórias e tradições, onde somos recebidos por uma das maiores representantes da cultura portuguesa nos últimos tempos.

Tereza Salgueiro – Voz
Jorge Varrecoso Gonçalves – Violino
Pedro Jóia – Guitarra
Pedro santos – Acordeão
Luís Clode – Violoncelo
Óscar Torres - Contrabaixo
João ferreira - Percussão
Rui Lobato – Percussão
António Monteiro – Som
Anabela Gaspar – Iluminação
Direcção Musical e Arranjos – Jorge Varrecoso Gonçalves

12 JULHO I DOMINGO 23H00
FADO DE COIMBRA
12 JULHO I DOMINGO 00H00
FOGO DE ARTIFÍCIO
…………………………………….............................................................................................................................
ACTIVIDADES PARA TODA A FAMÍLIA
OFICINA DE LABIRINTOS E PEQUENOS HABITANTES
Datas: sábado e domingo (4 e 5 Julho) + quinta, sexta e sábado (9, 10 e 11 de Julho)
Horas: 17h30 às 20h00
O Jardim é um esconderijo, uma morada, um caminho, um jogo. Debaixo do chão, há um labirinto
escuro, de raízes, terra, sombras e pétalas caídas, onde moram formigas, minhocas e outros pequenos seres. Uma oficina para desenhar e construir jardins subterrâneos, entrelaçar tocas e caminhos e imaginar os seus habitantes.

ACTIVIDADES DESPORTIVAS
GASTRONONIA
DOÇARIA
ARTESANATO
Freestyle Motocross 4 de Julho
Sarau de Ginástica da Zona Alta 4 de Julho
Pesca Desportiva 4 de Julho
Passeio Maratona BTT 5 de Julho
Maratona Aquática 11 de Julho
Corrida do Almonda 12 de Julho
Passeio Pedestre 12 de Julho

Sem comentários:

Enviar um comentário

Dentro da nave

Astronomy Picture of the Day