sábado, 20 de fevereiro de 2010

Fernando Nobre, porquê?

Estupefacta com a notícia da candidatura. As razões estão neste artigo Público de Vasco Pulido Valente. E para que se saiba, não voto num presidente-caçador, não voto num presidente-alheado. Em branco.

20 comentários:

  1. Não me vou debruçar muito sobre este assunto por razões óbvias.
    Ai as cruzes deste nosso Portugal...

    Voto no Rei.

    ResponderEliminar
  2. Ainda não percebi o que o levou a avançar - defeito meu, talvez. Não descarto a possibilidade de votar nete, mas constato que, mais uma vez, não há ninguém a quem possa aderir com estusiasmo. Enfim.

    ResponderEliminar
  3. :( não há ninguém... Admiro muito o trabalho de FN e não consigo digerir o holocausto a que se vai submeter,porque Soares não quer Alegre. E eu não quero nem Soares, nem Cavaco, nem Alegre. Não há ninguém...

    ResponderEliminar
  4. Porque é que os bons não se candidatam?
    Receiam deixar de o ser??...

    ResponderEliminar
  5. Eu até gosto do Alegre. Mas tem razão: essa coisa do «caçador»... também me deixa um bocado... nem sei...

    ResponderEliminar
  6. XIIzinho, a tua pergunta é a que faço todos os dias: Onde está? "Onde está o Willy"?

    Poeta-caçador :( passei a ver as coisas de outra maneira. Um poeta não tira a vida por desporto... um poeta só é caçador de sonhos e palavras. Deve amar todos os outros animais como ama os seus cães.Com muito respeito.

    ResponderEliminar
  7. Sem dúvida. Um presidente poeta caçador ... tem qualquer coisa que não soa bem.
    A pergunta também é se ele «ama», ou se eles «amam», os seus cães, se não são meros objectos de caça...?

    ResponderEliminar
  8. Ele escreveu "Cão como nós" sobre o seu épagneul-breton,que muitas vezes não agia como um cão, mas como uma pessoa. -"Este cão é um sacana, caça um bocado e depois põe-se a fazer a parte..." (sic) :S wowwwwwwwwwww

    ResponderEliminar
  9. O artigo de VPV não apresenta razões absolutamente nenhumas (também fui ao engodo e por isso fui lá ter). Mas que raio de Portuguese somos nós que criticamos automaticamente quem aceita expor-se. Este é para já um acto que assume o exemplo de como pode e deve a sociedade civil pensar e intervir na política. Eu apoio!

    ResponderEliminar
  10. Olá Blue

    Eu vejo UMA RAZÃO que está exposta no artigo de VPV e que para mim é tudo:

    "Um candidato sem poder algum corre manifestamente o perigo de o utilizarem como um pobre peão em manobras que reprova ou o comprometem. Já se fala pelos jornais da aprovação que um certo "soarismo", por enquanto indeterminado, lhe deu ou dará (para prejudicar Alegre e, portanto, para favorecer Cavaco), ou de "arrependidos" do Bloco, que procuram nele uma nova "pureza" (porque acham Alegre excessivamente perto do PS). Não acredito que Fernando Nobre veja com equanimidade e prazer a contaminação de uma ideia, que, pelo menos na cabeça dele, é uma ideia generosa".

    ResponderEliminar
  11. Concordo com Blue quando diz que a sociedade civil "pode e deve" intervir na política.Faz falta um maior intervencionismo,sem dúvida.Para isso,é preciso acreditar.Criticar sem destruir,criticar para avançar.A maior parte do que ouço ou leio nos meio de comunicação social,encharcam-me de pessimismo.(passam-se dias que nem lhes ligo).As conversas cruzadas nos cafés transbordam de lamentos.Temos que sacudir este pessimismo,provocado por nós(Todos,sem excepção.)

    ResponderEliminar
  12. Claro que pode intervir! Começando por fazer uma triagem apurada do que se quer ver, ler, saber... Depois de ver tantos "mitos" caídos reservo-me a escolha de não assistir a mais uma tragicomédia. Tudo bons rapazes, boa gente, sim, mas intervir de forma verdadeiramente independente, não passa por uma aprovação de quem AINDA manobra dos bastidores. É o que que sinto para além de admirar uma obra exemplar como a da AMI e a pessoa de FN.

    ResponderEliminar
  13. Sim,concordo Maria.E marionetas conscientes há muitas.
    Para mim é discutível, a "obra (e o mestre) exemplar",sinceramente.

    ResponderEliminar
  14. Todos aqueles que se doam em prol dos outros são bons exemplos. FN e organizações como a AMI também. Fez-se uma estrutura que dá respostas no terreno e com orientação de quem sabe. O que para mim é discutível são os "bilros" à volta da candidatura. Aval? Não aval? E porquê Soares?

    ResponderEliminar
  15. Toda a minha consideração e louvor,para os que lutam pelas causas.Que tiram de si para dar aos outros.Toda.
    Sabes bem que nada disso ponho em causa.O que questiono é os interesses,a corrupção,de alguns.No inicio deste post disse "não me vou debruçar muito sobre este assunto",pois já me conheço o suficiente,para saber no que dá.Dá queda livre direitinha a muita coisa que me faz passar dos carretos.Para mim o marionetismo é permissivo,na medida em que cumpre um objectivo comum.Ambos,"senhores" institucionais,a defender os seus interesses.Um tem o que o outro quer, e o que quer,pode oferecer.É simples.Para mim (em mim).Incorro no risco de me contradizer ("temos que sacudir este pessimismo"),com o que disse.Mas a verdade é que simplificando,não tendo que pensar tanto (não que não pense),dá-me formas para fortalecer o complexo positivismo!
    Com certeza haveram opiniões bem mais conhecedoras e fundamentadas acerca destes assuntos.Não sou a pessoa mais adequada para te responder a não ser da forma como o fiz.

    ResponderEliminar
  16. E fizeste da forma mais honesta sem passar dos carretos (e mesmo que passasses!)
    Diz-me se há algum complexo vitamínico para o positivismo (sem ser a sacudidela), porque creio estar necessitada de um tratamento de choque.
    Beijocas

    ResponderEliminar
  17. Se as coisas não mudam,mudo eu a minha relação com as coisas. Componho-me.
    Há que aceitar que muitas coisas não mudam,portanto,é mudar o que consigo,e posso, aceitar.
    Sorvo os pormenores que me fazem sorrir (para não desabar,em choro,sem lágrimas).E há muitos.Se os há!!...Posso perder-me em sonhos,mas pelo menos não alimento guerras!
    Um abraço,é um bom complexo vitamínico!! :)
    Um coração altruísta,também é um óptimo suplemento!
    Tens tudo o que é preciso para atravessar a ponte...
    Beijocas *

    ResponderEliminar
  18. X Né Ladeiras (isto sim,é poesia :)

    ResponderEliminar

Dentro da nave

Astronomy Picture of the Day